Um dos pontos turísticos mais tracionais de Gramado, o Parque Knorr, recebeu na tarde dessa terça-feira (5), o tombamento histórico, natural e cultural vindo da Prefeitura de Gramado. A assinatura dodecreto foi feita em solenidade no gabinete do prefeito João Alfredo Bertolucci, o Fedoca, com a presença da secretária de Meio Ambiente, Rosaura Heurich e o secretário da Cultura, Allan John Lino, e transmitida ao vivo pelo Facebook da Prefeitura. A intenção deste ato do executivo é manter o parque com as suas belas e particulares características, já conhecida por milhares de pessoas em todo o país.

O estudo para o tombamento da área – num total de nove hectares - vem sendo feito desde o ano de 2017, com consultas ao Conselho de Proteção Histórico, Artístico e Cultural de Gramado, Ministério Público, Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado (IPHAE) e as Secretarias da Cultura e de Meio Ambiente.

“Entendemos de promover a preservação desse móvel, pois ele traduz a história verdadeira e genuína de Gramado. É importante que esse parque não seja explorado pelos empreendedores que não tenham nenhuma identificação com o município”, afirma o Prefeito Fedoca Bertolucci.

Com o tombamento, os proprietários (Rede Tropical de Hotéis, empresa da antiga Varig) não poderão construir nenhuma edificação dentro de toda a área tombada. No terreno do entorno, para qualquer construção, será necessário exame das entidades responsáveis pela preservação do patrimônio e pelo Conselho, para não afetar a visualização do parque. A exploração comercial da área existente continua liberada, com o funcionamento normal das atuais atividades.

O Parque foi construído em 1940 por Oscar Knorr, um local repleto de encanto e magia onde os visitantes encontram a Árvore dos Desejos, o Chalé dos Ursos, Fábrica de Brinquedos, além da primeira casa da região em estilo bávaro. Parque Knorr é o novo patrimônio histórico de Gramado. Prefeito Fedoca durante assinatura do decreto de tombamento. Crédito: Carlos Borges/Prefeitura de Gramado